Boteco 171

11008559_859857594049481_4184218509839170332_n

Posted in informes | Leave a comment

Alongamento e Consciência Corporal

11203555_362515777278873_2045246379742080026_o

Posted in informes | Leave a comment

Oficina de Confecção de Absorventes Reutilizáveis

10559960_10153056850378971_3560100439348709182_n

Posted in informes | Leave a comment

1º Atividade do Herbário 171

1ra actividade herbario 171

Posted in informes | Leave a comment

Lançamento da 1° Edição em Português do livro “A Escola Moderna”

10555105_301148956748889_1022672552_n

Posted in informes | Leave a comment

4° FLIA Pelotas

1048156_625174594257872_1755045601109690221_o

Posted in informes | Leave a comment

Convite para 3° Edição do Solidariedade à Flor da Pele

cartaz-indapronto

 

Afinal, o estado está fazendo sua parte: construindo mais presídios,
experimentando a privatização do sistema carcerário, criando leis mais
rígidas, adestrando mais policiais para repressão, etc. E o que nós
estamos fazendo?
O tema dos cárceres é ainda um tema tabu entre a sociedade e
surpreendentemente entre nós anarquistas, pois é um assunto complexo e
cujas reflexões não nos levarão à respostas programadas ou conclusões
definitivas. É uma luta constante e cada vez mais necessária. Na verdade
sempre foi muito necessária e estamos verdadeiramente em atraso. Por
isso nos organizamos e seguimos esta iniciativa da criação de um evento
solidário voltado para a situação carcerária utilizando-se da tatuagem,
do piercing e modificação corporal, de toda expressão anti-estética,
como ferramenta para criar uma vivência, um espaço físico e de calor
humano que resgate a situação carcerária da amnésia da memória social e
dê uma visibilidade às pessoas presxs nas masmorras do Estado, e onde
inclusive podemos questionar as práticas e lógicas carcerárias em nossos
próprios cotidianos.
A Prisão é uma instituição do esquecimento, as pessoas não desejadas
pelo Estado são jogadas em caixas com tampas fechadas, para que cada
revolta, cada desacordo com o existente seja oculto na indústria da
morte que produz o sistema carcerário. Frente a isso também sentimos o
intuito de dar visibilidade a essa realidade oculta, e fazer disso uma
temática recorrente em nossas buscas/práticas, objetivando transformar
em solidariedade real axs lá detidos. Gostaríamos de trazer situações,
palavras e lutas dessas pessoas, servir de telefone-sem-fio para os
gritos, desabafos e opiniões dxs presxs. Buscamos também que nossas
iniciativas se projetem dentro das estruturas carcerárias, no aqui e
agora, em tempo real para cada vez mais conectar a realidade “de dentro”
com a “de fora” e romper esta linha de separação, tão fictícia quanto
real.
A tatuagem/piercing/expressão anti-estética vem sendo usada como
ferramenta para criação de eventos conectados com a temática
anti-cárcerária em diversos outro locais do globo, e vamos sendo
influenciados por estas iniciativas. É um evento que se destaca a
liberdade de expressão do corpo
como afronta e negação dos moldes sociais dominantes e consumidos, uma
busca pela reapropriação de nossa identidade pessoal e coletiva e de
nossa capacidade de manifestação de vida. Utilizando-se também da
tatuagem para arrecadar uma grana afim de manter um fundo de apóio à
luta anti-carcerária, fundo este para emergências para xs compas que se
envolvam em armadilhas judiciais, como dar um aporte para os que lá já
estão presxs, também para manter nossa capacidade de estarmos gerando
informação/divulgação e a continuação de eventos solidários. Tiramos
proveito disso através de valores arrecadados com as tatuagens,
colocação de piercing, e com diversas formas de arte e expressão que
possam ser compartilhadas no evento.
Já foram duas edições do Solidariedade à Flor da Pele, o primeiro
realizado em novembro de 2013 em Porto Alegre e o segundo em junho de
2014 em Pelotas, sendo encontros produtivos e que nos estimularam a
seguir esta experimentação. Vivemos um momento conturbado de pós-copa e
de eleições nacionais, onde a máscara da paz social neste país finge
esconder todos os processos repressivos, os abusos de poderes contra xs
pobres e todo o esquema de saqueio da Terra e seus bens naturais se
intensificam, de maneira oculta mas progressiva. Por isso, e por todo
nosso desejo de liberdade e de destruição das estruturas de domínio, é
que existe a necessidade da continuidade de eventos/espaços de discussão
e prática.
A terceira edição do evento Solidariedade à Flor da Pele será nos dias
16, 17 e 18 de janeiro em Porto Alegre, aproveitamos para convidá-los
para construirmos juntxs essa nova edição, com as idéias mais afiadas,
com as práticas mais intensas, e com as nossas afinidades… à flor da
pele!

Visite o nosso blog: http://aflordapele.noblogs.org/
Contato: aflordapele@riseup.net

Posted in informes | Leave a comment

Ruído Subversivo

10518981_742053019163273_5630391463416365145_n

Posted in informes | Leave a comment

Boteco 171

10606034_10152676403698971_4408981946957066536_n

Posted in informes | Leave a comment

Noite das Pizzas

10636230_683578208401612_2640793710142464280_n

Posted in informes | Leave a comment